Portfólio como olhar crítico e identidade



O Portfólio é seu cartão de visita, sua identidade, e seu repertório. Ele deve ser feito com cuidado pois representa suas conquistas e abre portas para seu futuro.

Não há uma fórmula exata para um portfólio perfeito, mas existem técnicas de design, representação e conteúdo que podem trazer um resultado mais interessante.

Abaixo você verá um "estudo de caso" de um portfólio aceito nas maiores universidades americanas e que recebeu mais de 15 propostas de emprego em escritórios internacionais renomados em 2020.


Primeiro é necessário reforçar que cada um deve ter seu estilo próprio, que represente seu histórico e onde você deseja chegar em sua carreira. Se deseja trabalhar em áreas técnicas na arquitetura, então é necessário demonstrar suas habilidades técnicas. Se deseja trabalhar com design de conceitos, então é necessário representar estudos preliminares inovadores e de alta qualidade. E assim por diante.

O que todos os portfólios devem ter em comum é consistência na representação e qualidade de conteúdo. Pense no portfólio como uma narrativa de suas conquistas, e leve o leitor a uma jornada pelas suas criações.





Parte 1. Itens Chave Para um Portfólio de Sucesso



1. Identifique o público alvo


Quem verá seu portfólio? Quem será seu empregador? Estas perguntas são o início do planejamento do portfólio, e guiarão seu conteúdo e representação.

Montar um portfólio para uma universidade significa demonstrar um leque maior de habilidades, com projetos conceituais, artísticos, de exploração acadêmica e de múltiplas escalas.

Montá-lo para um escritório mais corporativo, significa demonstrar domínio técnico e conceitual tanto da profissão, quanto das ferramentas e softwares necessários para a área (Excel, Adobe Suite, Software de Renderização e modelagem BIM e CAD, e etc).

Já para um escritório de interiores, você pode demonstrar conhecimento e técnica em escalas menores, composição de espaço, detalhamento, visualização de projeto, criação de mobiliário, conhecimento de materiais e etc.

Existem sobreposições entre todos os nichos na arquitetura, reforçando o argumento de que cada portfólio deve ser desenvolvido especificamente para o propósito desejado, seja ele para conseguir um emprego, uma bolsa de estudos ou auto promoção.



2. Crie uma linguagem gráfica consistente.


A linguagem gráfica define o senso estético do seu portfólio. Para um portfólio bem sucedido você deve criar:


-Hierarquia de texto

-Hierarquia de imagem

-Consistência de cores

-Consistência de legendas

-Consistência de layout



Hierarquia de texto


Utilize no máximo três tamanhos de fonte e apenas dois tipos de fontes diferentes.

Você pode utilizar um tamanho de fonte para títulos, um para o corpo dos textos, e um para legendas. As fontes devem se manter consistentes ao longo do portfólio, utilizando por exemplo uma fonte para o corpo do texto e legendas e uma para os títulos, ou uma fonte para títulos e corpo, e outra para legendas. O importante é não exagerar na quantidade de fontes e seus tamanhos.

Para textos muito pequenos, recomenda-se usar fontes com serifa, que possuem extensões no desenho de cada letra para facilitar sua leitura.


Recomendamos fontes como:

-Roboto

-Avenir

-Freight Book Pro

-Open Sans

-Playfair

-Montserrat

-Lato

-Raleway

-Cinzel


Estas fontes são extremamente fáceis de ler e possuem um design atemporal. Evite fontes muito chamativas ou difíceis de ler, pois a pessoa que está analisando o portfólio pode perder o interesse.


Hierarquia de imagem


Utilize no máximo três tamanhos de imagem ao longo do portfólio. Por exemplo, você pode desejar ter um tamanho de imagem principal para cada projeto, um tamanho para o corpo de imagens, e um tamanho para imagens auxiliares que sejam apenas um complemento informativo ou um desenho de chamada.


Consistência de Cores


Defina uma paleta de cores que clarifique as suas ideias e projetos. A paleta de cores é extremamente pessoal e define o tom que o analisador lerá seu portfólio. Paletas em tons pastéis são preferíveis atualmente. Elas facilitam a leitura do conteúdo e não deixam o portfólio denso ou poluído visualmente. Cores claras podem destacar as imagens e textos, e cores escuras podem ajudar a trazer um tom mais exploratório.

Escolha uma cor mais chamativa para destacar detalhes importantes. O magenta, vermelho ou azul são cores desejáveis para realizar esta função.


Consistência de Legendas


Legendas são essenciais ao portfólio. Elas descrevem imagens, detalhes e chamam atenção ao que interessa. Por isso elas devem ser sempre implementadas com rigor e consistência. Legendas textuais devem sempre estar alinhadas com a informação que elas destacam, evitando confusão e conflito de hierarquia. Sugere-se que legendas gráficas, como simbologias ou escalas, sejam posicionadas sempre com a mesma orientação e de preferência na mesma posição na página.


Consistência de Layout


O layout da página deve ser consistente ao longo do projeto para uma leitura uniforme. Utilize sempre linhas guias e não tenha medo de deixar áreas em branco no portfólio. Áreas em branco são extremamente importantes para o respiro entre informações. Não tente inserir todos os desenhos, textos ou imagens por projeto. Selecione apenas o essencial e lembre que muitas vezes o analisador não terá tempo para ler todos os textos, então mantenha o portfólio sucinto, simples e de fácil visualização.

Para o layout da página é recomendado ter entre dois e quatro tipos de layout de página por projeto (Layout de capa, layout de introdução, layout de desenhos e diagramas, e layout de imagens) Estes podem ser combinados e simplificados.

Lembre-se de manter informações importantes na mesma posição independente do layout da página (Título do projeto, ano, posição da escala gráfica, espaçamento entre imagens e textos e etc) assim o leitor saberá onde encontrar a informação.



3. Faça uma curadoria crítica dos seus projetos.


Ao decorrer do tempo você terá cada vez mais projetos para incluir no portfólio, mas é extremamente importante limitar e qualificar seus projetos. O número recomendado de projetos é entre 5 e 10 projetos, ou aproximadamente 20 a 30 páginas. Dessa forma você pode demonstrar suas habilidades e estilo projetual rapidamente e com objetividade. O portfólio é uma representação de seu histórico, e um reflexo do seu estilo, então é extremamente importante que você seja crítico ao escolher o conteúdo a ser apresentado. Isso também remete ao item 1 descrito, em que você deve escolher os projetos de acordo com o público que analisará seu portfólio. O portfólio deve ser feito sob medida para cada entidade ou escritório que o analisará.



4. Diagramas são importantes


Não subestime o valor de um diagrama. Estes desenhos são desenvolvidos para simplificar o entendimento do conceito do projeto, agilizando a leitura e complementando o nível de informação do projeto.

Diagramas de conceito, análises ambientais, estrutura, programa e volumetria adicionam valor ao portfólio, demonstram domínio de síntese e ilustram seu estilo gráfico.



5. Não exagere em desenhos técnicos


Desenhos técnicos mostram seu domínio da prática, de software e de representação. Contudo, eles devem ser elaborados de acordo com a escala que o portfólio será visualizado. Um erro grave é inserir o desenho técnico original que seria impresso em uma folha A0, em um portfólio que será impresso em uma folha A4 ou A5. Simplifique o desenho técnico para o entendimento do projeto ou adicione uma "mosca" do desenho original apenas como referência gráfica.

Por fim, não há a necessidade de inserir todos os desenhos técnicos realizados para o projeto. Inclua sempre apenas o necessário, que tenha informações relevantes ao portfólio.



6. Uma imagem vale mais que mil palavras


Não exagere nos textos. Inclua descrições breves acompanhadas de imagens e desenhos ilustrativos autoexplicativos. Uma boa imagem pode substituir três ou quatro imagens, e textos que não agregam valor informativo ao projeto.



Parte 2. O Conteúdo


O que incluir:

- Capa (obrigatório)

- Descrição de interesses (opcional)

- Carta de Introdução e Intenção (opcional mas recomendado)

- Currículo (obrigatório)

- Sumário (opcional mas recomendado)

- Projetos com descrições, diagramas e/ou desenhos à mão, desenhos técnicos, renderizações ou fotos (obrigatório)

- Página de referências (opcional)


Capa


A capa é a primeira impressão, e uma amostra do seu estilo. Ela deve apresentar claramente o título (Portfolio), seu nome, o ano, e na maioria das vezes o cargo que procura ou o programa acadêmico ao qual está aplicando.




Descrição de interesses


Na primeira página do portfólio é possível inserir uma breve descrição dos seus interesses, objetivos e currículo, para que a pessoa que esteja analisando seu portfólio entenda quais são suas intenções profissionais.

Essa descrição deve se limitar a apenas um parágrafo.


Carta de Introdução e Intenção


A carta de Introdução e Intenção pode estar anexa ao portfólio como no corpo do email junto ao portfólio. Apesar de ser opcional, recomenda-se criar a carta narrando suas experiências profissionais prévias e o que faz de você um bom candidato à posição que está aplicando.

Uma possibilidade de estrutura da carta é:

-Comece descrevendo qual posição ou vaga você está aplicando

-Descreva brevemente qualquer experiência de trabalho, pesquisa ou estudo relevante

-Descreva quais são seus atributos e o que faz de você um bom candidato

-Solicite uma reunião ou entrevista


Currículo


A página de currículo deve conter suas informações de contato, experiência de trabalho, educação, e qualquer experiência de vida e habilidade relevante como trabalho voluntário, cursos, linguas, e software.

Se você é uma pessoa com mais experiência, então comece sempre descrevendo seus cargos prévios, seu papel em cada uma das empresas, e projetos trabalhados. Se ainda não possui experiência de trabalho, então coloque sua educação primeiro, do mais recente para o mais antigo. Descreva seus projetos relevantes produzidos ao longo de sua educação, e qualquer concurso ou premiação recebida.

Sempre informe o local e data do evento descrito, e o nível de proficiência na habilidade descrita.

Mantenha todos os textos alinhados e siga uma hierarquia textual e gráfica. Neste exemplo, os títulos estão em caixa alta, e negrito. A descrição está com uma fonte com serifa, e o texto com a mesma fonte do título, sem negrito. Esta técnica ajuda a redirecionar a atenção ao que realmente interessa.



Sumário


É extremamente recomendável que seja feito um sumário. Isso facilita a leitura e busca pelo projeto, e demonstra organização. Seu sumário pode estar condensado em uma única página, como pode ser subdividido ao longo do portfolio, em diferentes categorias como tipologia de projeto ou escala, criando sub sumários entre os projetos.




Projetos


Sempre comece com seu melhor projeto. Primeiras impressões são as que contam. Defina se a distribuição dos projetos será cronológica ou por tipologia.


Selecione uma imagem para ser a capa do projeto. Isso manterá o leitor engajado e cria uma primeira impressão positiva. Use uma imagem que explicite o conceito principal do projeto. Ao lado, descreva o projeto em um breve parágrafo, cite pessoas que participaram do projeto, seu papel no desenvolvimento do projeto, e o local e ano em que foi feito.


Continue descrevendo o projeto, e ilustre o conteúdo do texto com imagens e diagramas.


Mostre plantas, cortes e qualquer outro desenho que explique o projeto. Lembre-se de filtrar o nível de informação e complexidade do desenho.


Contra capa


A contra capa deve conter qualquer informação adicional ao portfólio e seu contato. Você também pode adicionar uma página de referências, que pode ser usada como um fechamento de portfólio, demonstrando suas inspirações projetuais e bibliográficas. Caso não possua referências, esta página pode também ser usada para incluir um compilado de projetos seus, mais antigos, que demonstrem amplo repertório e experiência.


<