Cultura da Visualização Arquitetônica - Level Creative Studio



Este texto foi originalmente escrito em Inglês por Level Creative Studio e traduzido para o Português.




A criação do escritório


O escritório Level Creative Studio foi fundado há 6 anos. Tudo começou com duas pessoas: Stefano Mombelli e Samuel Silva Trovato.


"Nós sempre tivemos um entusiasmo por tudo que origina da criatividade, desde esculturas a pinturas: no começo, a visualização arquitetônica surgiu da necessidade, com o intuito de ilustrar nosso design. Com o tempo, isso se tornou uma paixão, e em seguida uma profissão. Somos ambos graduados em Arquitetura e nos encontramos na primeira experiência de trabalho após a formatura.


O desejo de criar imagens que pudessem ser meios de comunicação foi fundamental para a criação do estúdio: queríamos criar composições em que a atmosfera pudesse transmitir uma história e relembrar uma emoção ou memória.


Atualmente temos diferentes especializações em nosso escritório, mas não atuamos como uma máquina separando os departamentos: nós preferimos nos reunir antes de qualquer tarefa, colaborar em ideias e conceitos e em seguida unir forças dependendo na tarefa.


A industria de visualização arquitetônica está se tornando mais e mais competitiva, mas sempre tentamos ser diferentes, originais e criar relações com nossos colegas, competidores e clientes. Somos orgulhosos do relacionamento de confiança que estabelecemos com todos eles: acreditamos que o quanto mais próximo o relacionamento e a confiança mútua, melhor o resultado dos projetos.


Um dos aspectos que nos orgulham é o fato de termos sido contratados pelo ViFX Academy há três anos para ensinar Visualização Arquitetônica e Pós-Produção.

Ensinar é uma experiência única, e temos a honra de manter contato com os alunos mesmo após a conclusão dos cursos. Apesar de sermos professores, também aprendemos com nossos alunos, e sempre mantemos isso em mente quando nos direcionamos à comunidade."





O processo criativo


"Acreditamos que nessa indústria tudo é uma inspiração; claro que a fotografia, arte e etc são ótimos meios de inspiração; mas para nós, vivenciar a realidade é o método mais poderoso.

Adoramos viajar e conhecer lugares diferentes, e tentamos recriar essas atmosferas em nossas imagens.

Encontramos inspiração na rotina urbana: tudo pode ser inspiração, é importante lembrar disso.


Quando trabalhamos com clientes, sempre tentamos impulsionar as visualizações à frente: é importante focar no projeto, mas o projeto em si deve comunicar-se com a cidade no futuro. Queremos que os clientes nos considerem parte da equipe de desenvolvimento do projeto, criando um respeito, compreensão e confiança mútua. Nós discutimos todos os aspectos do projeto com o cliente, tentando entender o conceito e necessidades, e por fim elaboramos ideias iniciais: primeiro criamos diferentes pontos de vista, desenvolvemos climas e cores sugerindo possíveis atmosferas e cenas reais que poderíamos recriar nas imagens.


Começamos com esboços que podem ser facilmente entendido pelo cliente, e após um feedback, decidimos qual deles será desenvolvido. Composição e luz são o nosso primeiro instrumento nesta fase.


Essa etapa é a mais importante para nós, porque uma boa escolha do ponto de vista, composição e luz é a metade de todo o processo (em termos do melhor resultado para dar ao cliente uma imagem satisfatória, e que principalmente esteja à par com a nossa filosofia.

O realismo para nós nem sempre é um objetivo: neste setor, é claro, é algo importante, mas às vezes não deve ser considerado como a tarefa final. Para nós o principal é comunicar e explicar o projeto, e nem sempre é possível alcançar os dois, e é completamente normal!

Às vezes, recebemos críticas como nao evidenciar o projeto na imagem. Um bom exemplo é a imagem que criamos para Geodata - RYAZANSKAYA, uma visão de dentro de um trem em um dia chuvoso; uma das muitas imagens que desenvolvemos para essa tarefa. Nesse caso, fizemos diferentes pontos de vista em que o projeto era claro e totalmente visível. Mas nessa imagem em particular, adoramos recriar o que um passageiro podia ver chegando na estação, talvez depois de uma longa viagem para voltar para casa."





Conclusões Finais


"Hiper-Realismo é como "eldorado" na visualização arquitetônica: é algo que todo artista 3D está buscando, e para nós é o mesmo, mas é importante não ficar obcecado com isso, porque temos que enfrentar o "realismo" desse trabalho que também é feito de cronogramas, alterações de programa e projeto, entregas, prazos e todos eles fazem parte do nosso trabalho, e precisamos aprender a conviver com eles! :D"














38 visualizações